Cuiabá: Defesa Civil reforça recomendações durante período de baixa umidade do ar

Seguindo a política de humanização na prestação dos serviços públicos implantado pela atual gestão, que inclui a adoção de medidas preventivas que resultem na melhoria da qualidade de vida do cidadão, a Defesa Civil de Cuiabá orienta a população cuiabana sobre as precauções necessárias a serem adotadas durante o período de intenso calor e baixa umidade relativa do ar na capital mato-grossense.

Conforme o diretor de Proteção e Defesa Civil do Município, Cel. Paulo Wolkmer, as recomendações seguem as diretrizes de enfrentamento à época com o clima seco, elaboradas pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Ele explica que nos últimos dias Cuiabá apresentou uma considerável queda na umidade, chegando a 12%, sendo que o ideal é que os índices permaneçam entre 40% e 60%.

A partir desta constatação, fez-se necessário a realização do alerta, para que sejam adotadas medidas protetivas pela própria sociedade, a fim de assegurar a preservação da saúde e bem-estar de todos. A orientação é que se evite a prática de atividades físicas ao ar livre, entre às 10h e 16h, e aumente o consumo diário de água. Outra dica importante é o uso de protetor solar e hidratante durante exposição ao sol, e ainda a umidificação de ambientes fechados com vaporizador, recipiente com água ou uma toalha molhada.

“Durante esse estágio os mais prejudicados são, normalmente, as crianças e idosos. Nosso pedido é para que se tenha um cuidado especial com essas duas faixas etárias, mas sem esquecer-se do restante da população. É importante, por exemplo, adotar o hábito de pingar algumas gotas de soro fisiológico nas narinas e de consumo de refeições leves. São ações simples, mas que se forem seguidas podem evitar possíveis complicações na saúde”, comentou Wolkmer.

O diretor destaca ainda as queimadas ilegais é também outro complicador durante essa temporada. Segundo ele, a Defesa Civil tem adotado medidas no intuito de evitar esse tipo de prática que favorece no aumento dos registros de doenças respiratórias. Dentre as providências está a disponibilização de três equipes de brigadistas para aturem, junto ao Corpo de Bombeiros Militar, no combate a focos de incêndio em terrenos urbanos.

“No perímetro urbano as queimadas são proibidas durante todo o ano. Todavia, infelizmente, ainda existem pessoas que insistem nessa prática. Por isso, idealizamos essa parceria com o Corpo de Bombeiros, colocando à disposição esses brigadistas contratados pelo Município e reforçando o aparato neste longo período sem chuva e alta temperatura”, pontuou.

__________________________

Repórter: Bruno Vicente

Ubiratan Braga

Jornalista, radialista, publicitário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Espaço reservado para publicidade/p>