Prefeito de Cuiabá apresenta projeto para novo Mercado do Porto aos feirantes

O prefeito Emanuel Pinheiro apresentou o projeto para o novo Mercado do Porto aos feirantes do espaço, na quarta-feira (07). Ao longo da reunião, os permissionários presentes puderam conhecer as futuras acomodações, que contemplarão novas instalações hidráulicas e elétricas, ampliação do espaço interno, aumento do número de vagas de estacionamento e melhorias urbanísticas.

“O Mercado do Porto é nosso patrimônio e uma das maiores identidades culturais da nossa cuiabania. É aqui que está o começo de tudo, além de resguardar a alma e a alegria daqueles que nasceram nesta terra. Considerando isso, não poderíamos pensar na Capital dos 300 anos sem honrar este compromisso de não apenas requalificar, mas de construir um novo centro comercial, que dê condições dignas aos milhares de feirantes que tiram seu sustento daqui. Além disso, esta obra redimensionará o alcance do mercado a outros níveis, tornando-o mais novo símbolo cultural e turístico de Cuiabá. Este projeto é ousado, fruto de um sonho iniciado no coração dos permissionários e abraçado pela gestão municipal, que não descansará até ver este lugar completamente diferente de sua atual realidade”, revelou Pinheiro.

Com estrutura física superior, o novo mercado terá um aumento em seu espaço correspondente a quase 3 mil m². A construção de um amplo espaço cultural trará um leque maior de visitantes, uma vez que o local será o novo palco das mais diversas manifestações artístico-culturais. O projeto arquitetônico contempla também uma extensa praça de alimentação e uma quantidade de vagas de estacionamento significativamente maior, com seu número quase dobrando, disponibilizando espaços específicos para motocicletas, carga e descarga e até mesmo ônibus turísticos.

“O novo projeto é sinônimo de conforto, em todos os âmbitos. Planejado rigorosamente pela equipe do Instituto de Planejamento e Desenvolvimento Urbano (IPDU), a partir de uma determinação do nosso prefeito, o novo Mercado do Porto será a extensão de um intenso trabalho desta gestão em prol de sua população. Possibilitando uma qualidade significativamente maior aos profissionais, comunidades, consumidores e turistas, o espaço tem ares visionários que vislumbram a Cuiabá do futuro, apta para acomodar visitantes de todas as partes, à medida que também zela pelos seus. É um grande orgulho poder estar envolvido neste processo, com a certeza de que estamos caminhando de forma progressiva”, pontuou o vice-prefeito Niuan Ribeiro.

Redefinindo os padrões da região portuária de Cuiabá, o novo mercado vai contar também com uma alameda, que ligará a Orla do Porto ao mercado. O objetivo é transformar o local em um grande complexo turístico-comercial, que já possui também o Centro Comercial Popular de Cuiabá (CCPC).

Para o secretário municipal de Planejamento, Zito Adrien, “isso tudo foi pensado estrategicamente, inspirado em modelos nacionais vigentes que conquistaram uma reputação emblemática tanto entre os comerciantes, como entre os visitantes. Nossa equipe foi a São Paulo para realizar um estudo de lugares como o Mercado Municipal, para que pudéssemos construir um ponto comercial que fosse da mesma proporção, atendendo as nossas necessidades locais e adaptado ao nosso contexto”, disse.

Segundo o superintendente do IPDU, Márcio Puca, o Mercado do Porto também foi projetado mediante as condições climáticas de Cuiabá. “Vivemos em uma das cidades mais quentes do país e atualmente o centro não oferece uma estrutura que garante uma qualidade apropriada para trabalho. É imprescindível que o espaço se adapte à nossa conjunção e a climatização é um critério indispensável neste caso”.

Para os permissionários, o novo Mercado do Porto já foi aprovado e vai redefinir a forma como todos atenderão seus clientes. Para a família Shimada, proprietária de uma lanchonete no espaço, dignidade é a palavra que define a iniciativa do prefeito Emanuel Pinheiro.

“Trabalhamos no Porto há 12 anos e esta é a primeira vez que nos sentimos valorizados. Há muito tempo o mercado carece por uma revitalização e o novo espaço não apenas trará mais conforto para trabalharmos com tranquilidade e segurança, como aumentará consideravelmente o fluxo de clientes. Estamos muito animados”, concluiu Cristina Shimada.

Orçada em R$ 15 milhões, parte da obra será feita com recursos oriundos de emendas parlamentares, equivalentes a R$ 9,5 milhões.

Participaram da solenidade os secretários municipais José Roberto Amador (Comunicação), Antenor Figueiredo (Mobilidade Urbana), Wilton Coelho Pereira (Assistência Social e Desenvolvimento Humano), Francisco Vuolo (Cultura, Esporte e Turismo), Vinicius Hugueney (Trabalho e Desenvolvimento Econômico) e o adjunto de Cultura, Esporte e Turismo, Junior Leite. Além disso, estavam presentes os vereadores Dilemário Alencar e Julio da Power.

Ubiratan Braga

Jornalista, radialista, publicitário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Espaço reservado para publicidade/p>